Ao orar, divulgar e contribuir, você se torna participante deste ministério.

Conselho de Adminsitração da APECOM - Agência Presbiteriana de Evangelização e Comunicação, agradece.
Programa Verdade e Vida

0438 - O que fazer na hora da crise?

0438 - O que fazer na hora da crise?
0438 - O que fazer na hora da crise?
Devocional

AMOR, SUBLIME AMOR!

“... o Filho de Deus, que me amou, e a si mesmo se entregou por mim” Gl 2.20

Deus amou ao mundo e deu seu Filho unigênito. Deus deu tudo, deu a si mesmo, deu seu Filho. Deu-o não porque temos méritos. Deu-o não para ser homenageado pelos homens, mas para morrer pelos pecadores. Mas, não foi apenas o Pai que o entregou por amor; Jesus mesmo, voluntariamente, se entregou. Ele não morreu como um mártir nem foi arrastado para a cruz contra sua vontade. Ele morreu pelos nossos pecados segundo as Escrituras.

O amor do Salvador é eterno, sacrificial e incondicional. A causa do seu amor por nós não está em nós, mas nele mesmo. Seu amor é deliberado e perseverante. Jamais desistiu de nós. Mesmo quando voltamos as costas para ele, não cessa de nos chamar para seus braços. Seu amor não pode ser descrito com palavras. Diz o poeta: “Ainda que os mares fossem tinta e as nuvens fossem papel; ainda que as árvores fossem pena e todos os homens escritores; nem mesmo assim, se poderia descrever o amor de Cristo”. 

Dificilmente alguém se animaria a morrer por um justo. Mas, Deus prova seu amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. A cruz não foi a causa do amor de Deus, mas seu resultado. Cristo não foi à cruz para despertar o amor de Deus por nós; ele foi à cruz para revelar o amor de Deus a nós!

(Fonte: Devocionário Cada Dia - Hernandes Dias Lopes)

Comentários :

ORAR

DIVULGAR

CONTRIBUIR